19 ago Orkut está perto de um novo desastre

A maior ameaça ao Orkut não é o Facebook. É a equipe de desenvolvimento do Google. O novo layout de comunidades pode detonar outra rebelião.

A mudança foi anunciada nesta segunda-feira (17) no fórum de ajuda em inglês da rede social e está programada para breve. A alteração do design das comunidades devia ter ocorrido há muito tempo. As áreas de discussão ainda estão entre os principais diferenciais do Orkut para o Facebook, por exemplo, mas contam com visual ultrapassado e poucos recursos. O problema, portanto, não é a mudança em si, mas o modo como a equipe do Google quer executá-la.

A criação do recurso de recados privados, em junho, detonou uma revolta de grandes proporções, que obrigou os desenvolvedores a voltarem atrás para refazer a ferramenta. A mesma hecatombe vai se repetir se não houver mudanças sobre o que vazou na rede. E isso pode detonar uma revoada de usuários, que é tudo o que o pessoal do Facebook precisa para crescer no Brasil e superar o rival.

O primeiro grande problema das novas comunidades do Orkut é a navegação dentro dos tópicos, que foi reformulada. Quando você abre um deles, vai direto para a última página e perde o início da discussão. Se quiser ler o resto, tem que acessar os botões “primeira”, “anterior”, “próxima” e “última”, que ficam no alto – ou seja, você lê dez intervenções, sobe até o alto e clica para voltar. E aí repete o processo. Não há uma paginação na parte inferior do tópico – algo básico em qualquer fórum ou similar. Por que reinventar a roda?

A segunda maior falha é a exclusão do campo de buscas que permitia vasculhar apenas uma determinada comunidade. Muitas das informações úteis dentro da rede social vão deixar de ser acessíveis. E, sem a busca, os internautas vão procurar respostas em outro lugar. Ainda há tempo de evitar a catástrofe. Tem início a contagem regressiva.

 

Créditos : Mauricio Moraes