11 mar Google terá opção para bloqueio de sites em seu mecanismo de busca

Recurso permitirá que usuários impeçam que determinados sites apareçam nos resultados; objetivo é evitar técnicas de black hat SEO.

A Google anunciou nesta quinta (10) a implantação de um sistema em seu mecanismo de busca que permitirá ao usuário bloquear o aparecimento de determinados sites nos resultados da pesquisa.

O funcionamento é simples. Ao clicar em um site e retornar à página de resultados (provavelmente por não ter ficado satisfeito com o que foi exibido), o usuário irá ver uma nova opção: impedir que aquele site apareça em buscas futuras.

Essa configuração é salva automaticamente na conta Google do usuário, logo, só funciona se ele estiver logado.

De qualquer forma, o mecanismo avisará que os resultados não estão completos por conta dos bloqueios, juntamente com uma opção para mostrar o conteúdo completo. Também será possível gerenciar essa “lista negra” nas opções do Google.

Leia mais: Black Hat SEO: Mentir para o Google traz sérias consequências

O sistema de bloqueio irá ao ar nos próximos dias. Inicialmente, irá funcionar somente em inglês e para usuários do Chrome 9 ou superior, Internet Explorer 8 ou superior, e Firefox 3.5 ou superior.

A empresa havia anunciado uma extensão para o Chrome que faz basicamente a mesma coisa, exceto pelo fato de funcionar acoplada ao navegador, em vez de ser baseada na nuvem.

A Google tem sido alvo de críticas recentemente porque seu mecanismo de busca está sendo contornado por spammers, que usam técnicas conhecidas como black hat SEO (otimização de buscas fraudulenta) para que sites com pouca relevância apareçam nas primeiras posições ou pelo menos na primeira página dos resultados.