18 nov Os 13 maiores erros de Marketing Digital que sua empresa pode cometer

Os 13 maiores erros de Marketing Digital que sua empresa pode cometer

Te mostramos aqui quais os maiores erros de Marketing Digital que a sua empresa pode vir a cometer. Não deixe de conferir!

1. Não conhecer o Inbound Marketing

No marketing nada é estático. A oscilação é constante e o empreendedor que não acompanha essas mudanças fica preso em métodos ultrapassados e pouco eficientes.

Um dos erros nos quais pessoas que trabalham com marketing costumam cometer é a insistência na estratégia Outbound.

A técnica de Outbound Marketing é basicamente aquela da publicidade corriqueira que vemos na TV, Outdoors, Telemarketing, Spam, etc. Chama-se atenção do cliente quando ele não espera, o que pode parecer invasivo.

No caso do Inbound Marketing o método é diferente. Não é preciso marketing invasivo.

Produza conteúdo relevante, seja útil para o cliente, disponibilize informações importantes, não envie emails mecânicos e mantenha-se solícito. O cliente virá até você.

2. Não usar o Email Marketing ao seu favor

Umas das estratégias que fazem parte do Inbound Marketing é não usar spam. Se você enche a caixa de email dos seus clientes é hora de parar. O único resultado disso é o cancelamento da assinatura.

Ninguém quer ter a caixa de mensagem lotada de lixo eletrônico. Esse tipo de marketing não funciona mais.

Aproveite seu banco de dados e promova o seu conteúdo. Planeje um email diferenciado, menos automático, não exagere na frequência e escreva conteúdo com o propósito de manter os seus clientes.

3. Não planejar a estratégia de Marketing Digital

Marketing é planejamento e foco. Se você não tem uma estratégia a seguir é bem provável que os seus objetivos fiquem dispersos.

O plano de marketing envolve as suas metas, o público que você pretende atingir e como você vai fazer isso. Um erro comum desse tipo de estratégia é deixá-la no papel.

Marketing é um processo contínuo, não adianta traçar um plano que você não consegue cumprir. Isso também envolve verificar o resultado das suas campanhas, como falaremos no próximo tópico.

4. Não mensurar o tráfego orgânico

Não adianta ter um planejamento se você não sabe quais são os resultados gerados.

Por exemplo, se você fizer uma campanha em um post do Facebook e também fizer uma Call to Action (CTA) no seu blog, como vai saber qual gerou mais cliques? Mensurando os acessos, é claro!

O empreendedor que não avalia qual conteúdo e campanha está influenciando o seu comprador comete um grande erro de Marketing Digital. Uma dica é usar o Google Analitycs para analisar o alcance do seu conteúdo.

5. Não investir no site da empresa

O site da sua empresa é o seu portal principal. É o local no qual o cliente irá encontrar toda a informação e conteúdo que ele precisa, tudo de forma fixa e aprofundada.

Focar em posts de redes sociais e deixar o site de lado é um dos erros mais comuns entre pessoas que almejam sucesso no Marketing Digital

É importante entender o site como o seu principal meio de trabalho. Isso porque é principalmente por lá que você vai publicar o seu conteúdo completo, fazer as suas chamadas para ações e reter clientes.

O cliente que confia na excelência do seu trabalho é visitante assíduo do seu site.

6. Não promover o conteúdo

Acabamos de falar que o site da empresa é importante, ok. Mas isso não quer dizer que devemos esquecer da relevância das redes sociais.

Esteja presente em todas as que fazem sentido para o seu negócio e promova o seu conteúdo por lá. Faça campanhas, use uma linguagem adequada a cada uma e seja solícito.

Clientes costumam interagir pelas redes sociais, quanto mais presente você estiver, melhor. A empresa que não é frequente nas redes sociais pode parecer desatualizada. Não cometa esse erro.

7. Focar na importância da empresa e não do produto

O cliente não quer saber o quanto a sua empresa é maravilhosa ou sobre como a história de vocês é tocante. Ele quer saber se o problema dele será solucionado e se a empresa é relevante no que ele procura.

Invista em informação e conteúdo para que essa necessidade seja suprida. Se você for excelência no ramo em que trabalha, todos saberão como é a sua empresa. E não vai ser por você ter contado e sim porque o cliente descobriu isso sozinho.

8. Não conhecer as buyers personas da empresa

É importante saber quem são os seus potenciais clientes. A partir daí você começa a trabalhar de acordo com o que essas personas procuram.

Muitas empresas cometem o erro de não fazer uma pesquisa sobre o que os seus clientes esperam e qual o perfil deles, daí o provável motivo da empresa não gerar leads.

Utilize essa ferramenta incrível para criar suas buyer personas.

9. Não entender a jornada do cliente

Usar Marketing Digital requer atenção na jornada do cliente. Algumas empresas deixam esse item de lado. Se você não entende em qual estágio o seu possível cliente está, como vai criar um conteúdo que traga ele para a sua empresa?

A jornada se divide em 3 estágios

  • Awareness: Quando o cliente descobre que tem um problema e começa a querer aprender sobre ele.
  • Consideration: Quando entende o problema e consegue algumas informações sobre como resolvê-lo.
  • Decision: Decisão de compra, quando o cliente está no momento da ação e decide o que fazer para resolver o problema.


Empreendedores que não compreendem a jornada do cliente criam conteúdos errados para as suas personas.

10. SEO – Não investir nos mecanismos de busca

Você já viu aqueles posts de empresas lotados de tags e se sentiu confuso? Fica claro que essa empresa não entende muito bem como o SEO (Search Engine Optimization) funciona.

No caso do uso de palavras-chave, deve-se ter muito cuidado na hora de inseri-las ao longo do seu conteúdo. O ideal é fazer a linkagem de forma natural e útil para o visitante.

Para ranquear o seu blog corporativo é preciso investir em otimização. Foque em palavras-chave long tail também, pensando no geral para o específico. Por exemplo, se você fizer um post sobre dietas, ao invés do título ser “Dietas Milagrosas”, você pode colocar “Como Emagrecer Com Dietas Milagrosas”.

Percebe como é mais específico? A chance do seu blog aparecer na segunda pesquisa é muito maior do que na primeira.

Link Building

Sempre que fizer um post procure interdisciplinaridades no seu próprio conteúdo, linkando assuntos parecidos, assim você aumenta o tráfego dentro da sua própria plataforma.

11. Não produzir conteúdo relevante

Aqui podemos usar o mesmo argumento do SEO. O que mais tem na internet é conteúdo, e de todos os tipos. Se a sua empresa produz conteúdo superficial vocês serão só mais uma no mercado.

Seja especialista na sua área, assim quando o cliente pensar no produto que você produz ele vai saber que você entende do assunto.

Um exemplo: Igor é vendedor de um depósito de construção. Ele vendeu uma torneira para o João, e o cliente quer ajuda. João não sabe instalar essa torneira, seria legal se o Igor soubesse dar dicas para ele.

Porém, Igor não tem essas informações mais práticas e aprofundadas, ele só sabe informações superficiais dessa torneira: a marca, o preço e algumas utilidades.

Você tem alguma dúvida de que se o Igor soubesse explicar com mais profundidade como usar esse produto, João ficaria muito mais satisfeito e teria em Igor uma referência?

Assim funciona com conteúdo. Tenha domínio em relação ao seu produto e se torne referência relevante na sua área.

12. Não prestar atenção na concorrência

Acontece muito. Algumas empresas ficam ilhadas em seus mundinhos e esquecem de pesquisar o mercado, analisar ações alheias e acompanhar o novo. Isso não tem a ver com copiar ideias da concorrência ou algo do tipo.

Prestar atenção no conteúdo da concorrência é importante para medir o seu próprio trabalho. Às vezes você pode enxergar erros e acertos na estratégia deles que você poderia evitar ou melhorar. É questão de estar ligado em tudo que acontece na sua área. Fique antenado!

13. Não cuidar do layout

Todo mundo já entrou em um site com um layout de doer as vistas, nessa hora tudo que você quer é achar o “x” e fechar a janela.

Acontece que algumas empresas produzem conteúdo relevante e ações atrativas, mas pecam no layout do site,blog, CTA ou da landing page.

Foque em cores mais claras, use imagens bem posicionadas, escreva títulos com clareza e pense na escaneabilidade do texto. Além disso, analise tudo o que fizer no site da empresa.

 

Por exemplo, se o seu CTA não está gerando leads, que tal mudá-lo de lugar? Talvez o posicionamento não esteja chamativo. Verificar os resultados das suas estratégias é indispensável no Marketing Digital.

Alcance seus resultados. Saiba como!!!

Fale com um dos nossos especialistas, e tenha uma consultoria de estratégias assertivas.

E-Mail: contato@layart.com.br

Telefone:(11)3482-5982 

Read More

08 nov Tenha mais engajamento na Black Friday

Tenha mais engajamento na Black Friday

O material disponibilizado pelo Google, clientes em diferentes níveis de maturidade podem encontrar as ferramentas para se prepararem adequadamente para essas datas.

No site estão disponíveis opções de suporte, como o treinamento Bootcamp Preparatório, que traz estratégias dos principais produtos de anúncio do Google, Shopping, Search, Display, Discovery, Apps, Vídeo e O2O, e um checklist para auxiliar que as marcas estejam preparadas para a temporada.

Nos artigos, os profissionais contam tudo o que se precisa saber para vender mais na temporada de Black Friday, incluindo dicas sobre o que mudar nas campanhas quando o estoque do produto acabar ou quando houver alterações de preços.

Para acessar a plataforma com todas as informações completas.

Alcance seus resultados. Saiba como!!!

Fale com um dos nossos especialistas, e tenha uma consultoria de estratégias assertivas.

E-Mail: contato@layart.com.br

Telefone:(11)3482-5982 

Read More

23 out 12 práticas recomendadas para aumentar suas vendas com o Google Adwords

Você está cansado de gastar com anúncios e não ter o retorno esperado? Muitas teorias lindas, mas na prática nada é real?

Está pensando em desistir do seu E-commerce porque os lucros são baixos?

Já pensou que alguma coisa possa estar errada na sua estratégia?

Temos muitos casos de empresas que gastam muito e não tem o retorno esperado e com isso se frustram.

Isso pode estar acontecendo agora mesmo com a sua empresa.

Se esse é o seu problema hoje está na hora de parar tudo e refazer uma pequena analise das suas estratégias de vendas.

Juntos podemos solucionar uma série de problemas que pode estar atrapalhando suas vendas na internet.

Agora chegou a hora da virada e garantir vendas e lucros para o Fim de Ano.

Não perca mais tempo e dinheiro, comece hoje mesmo a ganhar e fechar o seu ano no Azul.

Separamos 12 dicas para você começar hoje mesmo a mudar suas estratégias.

Read More

22 out 12 práticas recomendadas para aumentar suas vendas com o Google Adwords

12 Dicas para o sucesso do seu E-commerce!

Os usuários digitam solicitações de pesquisa que geram dois tipos de resultados: resultados de SEO – os que você obtém apenas graças a conteúdo relevante, estruturado e de qualidade – e resultados SEA, que são os resultados que os comerciantes pagam para obter uma classificação favorável.

Tendo em vista o enorme alcance do Google – uma participação de 87,75% no mercado de mecanismos de busca do Brasil e resultados semelhantes em todo o mundo – o AdWords é a empresa de publicidade mais poderosa do mundo e uma parte indispensável da estratégia de qualquer site de varejo on-line que deseje obter resultados sérios. .

De acordo com Emmanuel Begerem, chefe da rede de parceiros do Google Reino Unido, “o Google AdWords oferece aos varejistas de lojas online e prestadores de serviços a oportunidade de acessar esse público crescente e cativo para gerar aumentos formidáveis em sua rotatividade on-line, mantendo um controle firme sobre seus investimentos”.

Continue lendo para descobrir nossas 12 melhores práticas projetadas para ajudá-lo a fazer exatamente isso.

 

Identifique claramente as categorias de produtos e as ofertas que você deseja destacar: estas são as que você deve investir. O truque é pensar estrategicamente e selecionar as áreas com maior probabilidade de gerar um ROI positivo . Por exemplo, você está tentando:

•lançar um novo produto,

• liquidar itens não vendidos,

• ou maximizar a venda de produtos com alta margem?

Tente postar todos ou alguns itens selecionados do seu catálogo no Google Shopping para identificar seus produtos de maior sucesso. Você provavelmente ficará surpreso com os resultados! Uma categoria de produto que não é popular, devido a um acidente de SEO, pode fazer maravilhas graças à SEA.

Embora você esteja pagando por uma classificação aprimorada, ainda precisa articular sua oferta comercial de uma maneira que permita que ela seja recebida. Isso envolve uma seleção cuidadosa de palavras-chave, juntamente com o conteúdo da página relevante . Você precisa dominar uma habilidade essencial: a seleção inteligente de palavras-chave matadoras para fins de posicionamento.

Mas como?

  • Faça uma lista de palavras-chave que você associa à sua oferta de produto. Pense como um usuário; descubra quais palavras-chave sua concorrência está usando;
  • Escolha palavras-chave precisas para alcançar uma multidão específica;
  • Selecione palavras-chave amplas para alcançar um público maior;
  • Agrupe palavras-chave semelhantes em grupos de anúncios;
  • Escolha um número apropriado de palavras-chave, geralmente de 10 a 20 palavras-chave por grupo de anúncios. Você pode aumentar o número deles progressivamente, ao otimizar suas campanhas;

As perspectivas devem ser capazes de acessar seus produtos de forma rápida e sem problemas, se você quiser evitar perdê-los para a concorrência. Garanta que suas páginas de destino sejam consistentes com o conteúdo do anúncio e as palavras-chave .

Lembre-se da seguinte fórmula: 1 solicitação = 1 anúncio = 1 página de destino (url)

O anúncio é o primeiro contato entre você e futuros usuários. Deve ser específico, relevante e atraente (novo produto, oferta exclusiva, preço imbatível, etc. ). Aqui estão as cinco regras de ouro para criar um anúncio eficaz:

I. Inclua palavras-chave no título do seu anúncio. Aproveite ao máximo os 30 caracteres disponíveis desde que “Anúncios de texto expandidos”, a última versão do AdWords, foi criada;

II Insira uma frase de chamariz: “curtir”, “descobrir”, “salvar” etc. Anúncios com verbos atraem muito mais cliques;

III Coloque em maiúsculas palavras importantes;

IV Brinque com pontuação. Os pontos de exclamação adicionam vida a um texto;

V. Use extensões de anúncio para fornecer informações adicionais sobre sua empresa e seus serviços. Destaque seus elementos de garantia; inclua informações de contato se você oferecer assistência telefônica.

Com o Google AdWords, você usa informações sobre os hábitos, perfis e intenções dos usuários para determinar suas palavras-chave, a peça central da sua estratégia de comunicação.

Estenda esse princípio para o local: defina os anúncios para exibição em locais geográficos específicos e em horários específicos . Digamos que você se especialize na entrega de frutas e vegetais orgânicos, e a maioria dos seus pedidos ocorre nas noites de sexta-feira. Deseja segmentar moradores de Salvador – Bahia na sexta à noite? Com o AdWords, é possível. Transmitir seus anúncios para as áreas cobertas para alcançar aqueles com maior probabilidade de interesse no que você tem a oferecer.

Embora você possa configurar o local de destino com apenas alguns cliques, os ganhos são enormes. Depois de criar uma campanha eficaz, vá para ‘Parâmetros’ para incluir / excluir áreas geográficas.

O Google AdWords solicita que você digite os nomes ou códigos postais do local de destino e também fornece um tamanho estimado de público para cada área selecionada. Você pode selecionar um país, uma área dentro de um país, uma cidade ou um raio ao redor de um local.

Você também deve adotar estratégias e orçamentos sazonais. Esse é particularmente o caso dos comerciantes eletrônicos que trabalham em setores como moda, saúde e beleza ou arranjos florais.

Com o Google AdWords, você pode calcular o retorno de cada libra investida em uma campanha . Um ROI positivo oferece uma margem de manobra para planejar seu orçamento de uma maneira completamente nova. A questão não é mais quanto você pode gastar, mas quanto você quer gastar! Ao estudar os resultados de suas campanhas, você descobrirá onde suas margens são maximizadas e quais otimizações serão realizadas para obter melhores resultados. A taxa de cliques, a taxa de conversão, a cesta média, o custo por clique e o índice de qualidade afetarão seu ROI.

Crie três anúncios diferentes, todos posicionados nas mesmas palavras-chave . Transmita-os em um determinado momento e identifique quais recebem mais cliques e geram mais vendas. Mantenha apenas os melhores anúncios, e sua taxa de cliques e índice de qualidade aumentarão, enquanto o custo por clique diminuirá.

As campanhas do Google AdWords ajudam você a ajustar seu website para obter melhores resultados.

A chave do sucesso é observar o comportamento do cliente. Se você souber interpretar os dados do Google AdWords e do Google Analytics, saberá o que os clientes estão procurando e poderão entregar em conformidade. Os dados estão disponíveis para ajudá-lo a reagir rapidamente: altere suas fotos, tente um novo slogan da página do produto, destaque elementos tranquilizadores. Teste tudo e mantenha apenas o que funciona .

Os clientes interagem com sites através de vários dispositivos; ative a versão móvel do seu site ou você perderá.

O Google AdWords possui quatro anúncios publicitários pagos que aparecem na parte superior dos resultados de pesquisa dos usuários. Ajuste seus lances para garantir a posição que oferece o melhor desempenho de custo por clique.

Duplique sua visibilidade no Google combinando suas campanhas tradicionais de Pesquisa (anúncios de texto) com anúncios de produtos e campanhas do Google Shopping.

O Google Shopping é uma ferramenta ideal para expandir seus negócios online. Gerenciado no Google AdWords, ele permite otimizações muito precisas, como excluir produtos ou ajustar lances nas categorias de desempenho.

Para começar a usá-lo, acesse a Central do comerciante e conecte seu feed de produtos (imagens, preços, descrições) às suas campanhas do Google AdWords. Transmita todo o seu catálogo (imagens, preços, descrições) no mecanismo de pesquisa. O resultado final é visualmente atraente: o produto certo, a foto certa, o preço certo contribuem para aumentar sua rotatividade.

Sem dúvida, você notou ao navegar que se depara com banners publicitários detalhando ofertas que você visualizou em outros sites. Isso é conhecido como remarketing , uma técnica que o Google aprimora nos últimos anos. Graças aos Anúncios dinâmicos do Google – conectados ao seu feed do Google Shopping – você pode transmitir automaticamente anúncios personalizados para convidados recentes.

Digamos que seu cliente em potencial tenha adicionado o item “Guarda-chuva azul” à cesta dele, mas não conseguiu concluir a compra? Quando ele visita o site de um parceiro, o “guarda-chuva azul” será exibido automaticamente, junto com itens recomendados complementares ou similares.

O Google AdWords visa aumentar as vendas online promovendo seus links. O Google Display, por outro lado, ajuda a aumentar sua visibilidade postando banners em sites de terceiros . Com milhões de sites parceiros, feeds de notícias e sites (Gmail, YouTube …), o Google Display atinge 90% de todos os usuários da Internet em todo o mundo, um potencial de crescimento difícil de ignorar.

Alcance seus resultados. Saiba como!!!

Fale com um dos nossos especialistas, e tenha uma consultoria de estratégias assertivas.

E-Mail: contato@layart.com.br

Telefone:(11)3482-5982 

Read More