27 jan Magazine Luiza prevê 10 mil lojas nas redes sociais

 

O “Magazine Você”, iniciativa da varejista Magazine Luiza nas redes sociais, vai antecipar a abertura para o público geral, prevista para março deste ano. A partir de agora, qualquer pessoa pode ter sua própria loja nas redes sociais e ganhar comissão por cada produto vendido. Esse é o novo comércio e a prova de que o digital commerce é aqui e agora.

 
A proposta permite ao usuário de redes sociais abrir uma loja no Orkut e/ou Facebook com até 60 produtos do www.magazineluiza.com, divulgar entre seus amigos e ganhar uma comissão de 2,5% ou 4,5 % por cada produto vendido.  Toda a operação de compra, incluindo o pagamento e a entrega, é de responsabilidade do Magazine Luiza, o que garante total segurança e confiabilidade à plataforma. 
 
Inicialmente, apenas familiares de funcionários da rede poderiam se tornar divulgadores. Essa primeira fase alcançou a marca de mil lojas em menos de quatro meses. Com a abertura para o público em geral, nesta quinta-feira, a meta da varejista é atingir 10 mil divulgadores em 2012, impactando um milhão de clientes. 
 
“Transformamos a venda de porta a porta no clique a clique”, afirma Frederico Trajano, diretor de Marketing e Vendas do Magazine Luiza. “Estudamos profundamente as redes sociais para entender como poderíamos ser relevantes para as pessoas e, ao mesmo tempo, incrementar nossas vendas e trazer novos clientes originados desses canais interativos”, explica. 
 
Em um momento no qual a decisão de compra de um produto não é influenciada somente por critérios como preço e promoção, como também por recomendações, as plataformas de comércio estão voltadas às relações sociais. Esse novo modelo de venda direta, que estimula a comercialização via redes sociais, antecipa uma tendência de como as pessoas irão vender e consumir a partir de 2012. 
 
“O boca a boca sempre foi a ferramenta de comunicação mais eficiente que existe e agora está se amplificando com as redes sociais. Um aspecto bastante favorável é o diálogo e a possibilidade de atingir um público que ainda não tem contato com a marca. As empresas que ficarem de fora desta realidade perdem oportunidades de venda e de utilizar uma importante ferramenta de relacionamento com todos os seus públicos”, ressalta Trajano. 
 
Em São Paulo, Elys Andressa Ambrosio Bertoni, grávida e mãe de duas filhas, montou no Facebook uma loja do Magazine Você e se tornou a maior vendedora do projeto, com um volume de R$ 13 mil. “Eu vendo de tudo, de medidor de pressão a sofá, televisão e videogame. Nessa semana, por exemplo, fui procurada por uma pessoa que chegou a mim por indicação e quer comprar geladeira, fogão, mesa, micro-ondas e um rac. Estou amando isso”, afirma Elys, que é divulgadora há menos de três meses.
Fonte: Adnews
Read More

26 jan Google Public Alerts, novo serviço se integra a Google Maps

 

http://wwwhatsnew.com/wp-content/uploads/2012/01/Google-public-alerts.jpg

Agora contaremos com uma nova ferramenta dentro de Google Maps, que tem a ver com sinais de alertas sobre algum tipo de condição meteorológica que represente um perigo.

Recebe o nome de Google Public Alertse pode resultar muito prático para conhecer informação detalhada sobre uma situação de emergência (como inundações, terremotos, tormentas, etc). Não somente será marcada a posição no mapa, como teremos toda a informação adicional que tenha sido registrada…. a gravidade da situação, se há centros de ajuda, providências que estão sendo tomadas nas próximas horas do fenômeno, etc.

Podemos buscar diretamente no mapa os pontos de alertas ou escrever palavras chaves que nos dirijam a informação. Por exemplo, se você der uma olhada agora, verá que existem, lamentavelmente muitos alertas ativos com suas respectivas informações.

Fonte:wwwhatsnew

Read More

26 jan Google lança nova ferramenta para turistas

Usuários já podem buscar hotéis a partir do nome de um ponto turístico

Google Hotel Finder

 

Ferramenta permite reservas ao lado das principais atrações turísticas do mundo

O Google divulgou nessa segunda um novo recurso àqueles que gostam de viajar. Os usuários já podem contar com a ajuda de uma nova ferramenta, implementada ao serviço Hotel Finder, lançado em julho, para fazer as suas reservas ao lado das principais atrações turísticas do mundo.

 

A ideia do Google foi otimizar o tempo do internauta, que atualmente usa a internet para buscar as melhores opções nas regiões da Times Square, em Nova York, ao lado da Torre Eiffel, em Paris, ou mesmo próximo ao Big Ben, em Londres. Agora, ao invés de fazer a busca pelo nome de uma cidade, o internauta só precisa escolher o ponto turístico do qual gostaria de estar próximo.

O projeto, contudo, ainda é experimental, ressaltou a companhia em seu blog. Alguns recursos, como o filtro que diz ao usuário quanto tempo ele gastará, em média, entre o hotel e o ponto turístico, só está disponível, por ora, nas cidades de Nova York, Niagara Falls, no Canadá, Las Vegas, Honolulu, Paris, Londres e Bangkok.

Fonte:Exame

Read More

26 jan 4 Ferramentas para ajudá-lo a otimizar seu perfil corporativo

Twitter

 


Selecionamos abaixo 4 para ajudá-lo a otimizar seu perfil corporativo.


Twitaholic – mostra os usuários mais ativos no microblog.

Tweetcloud – coloque uma determinada palavra-chave, exemplo “qualidade de vida” e encontre pessoas que twittam muito sobre o assunto.

TwitLonger – quando precisar escrever mais do que 140 caracteres, pode utilizar a ferramenta. Por exemplo, detalhar uma promoção que está fazendo no microblog.

TwtFAQ – mecanismo semelhante ao do Longer, permite que você dê respostas mais completas aos questionamentos de clientes.

Tweetbook.in – gera um PDF de sua conta, ideal para quem precisa fazer relatórios de perfis corporativos.

TwtQpon – gera um cupom de desconto no Twitter, ou seja, ideal para promoções em perfis corporativos também.

Twtpoll – permite criar pesquisas no Twitter.

Fonte: Blog Unimed Brasil

 

Read More

17 jan YouTube anuncia recurso de storyboard para facilitar a navegação do usuário

YouTube está lançando um novo recurso que gera uma storyboard para ajudá-lo a navegar mais facilmente nos vídeos. O recurso permite que você passe o mouse em qualquer ponto da timeline para ver uma miniatura do mesmo. Isto faz com que seja mais fácil encontrar a parte que você está procurando. Os players do Netflix e Hulu já tinham esse recurso e agora chegou a hora do YouTubeimplementá-lo.

YouTube está lançando um novo recurso que gera storyboard  (Foto: Divulgação)
YouTube está lançando um novo recurso que gera storyboard (Foto: Divulgação)

Atualmente, o YouTube gera apenas três miniaturas para representar um vídeo que tem começo, meio e fim. No entanto, será possível que até 100 miniaturas por vídeo sejam exibidas, sem mencionar que as imagens em miniatura também poderão ser organizadas em uma grade de 10×10.

Esse recurso está sendo lançando agora, mas ainda não está claro quando será padrão para todos os vídeo do site. Para usá-lo basta arrastar o ponteiro do mouse através de pontos diferentes do vídeo e então as imagens irão aparecer na forma de storyboard. Você pode vê-lo em ação no vídeo abaixo:

 

 

O editor do Digital Inspirations, Amit Agarwal, é um dos poucos usuários que já possuem a storyboard. O vídeo acima foi feito por ele para demonstrar a novidade. Tudo indica que ela está sendo habilitada lentamente para os usuários do site. Aconteceu o mesmo com o lançamento do novo design do site alguns meses atrás.

Fonte:Techtudo

 

Read More

17 jan Cinco dicas para tornar os seus negócios mais interativos nas redes sociais

Formule e concentre-se em alguns objetivos para tornar sua marca ainda mais vista no mercado dos negócios

Diferente de anos atrás, quando uma empresa mantinha seu foco em campanhas publicitárias para a TV, outdoors de rua e outros veículos de comunicação, hoje, por assim dizer, houve uma grande transformação no conceito de reinventar e divulgar sua companhia para o público.

Por um lado, as organizações não podem mais se dar ao luxo de desenvolver projetos mais fechados e com chamativas simples, que geralmente não atraem o interesse dos consumidores. Por outro, não se pode optar em não participar e permanecer em silêncio diante das notícias, em especial no que diz respeito à internet, redes sociais e outros desses sites, já que esse ciclo de informações é constante, e exige das empresas cuidado e atenção para não hesitarem.

Com o aumento dos canais de mídia social, existe a necessidade de se comunicar facilmente – e simultaneamente – com os usuários. Dessa forma, que tipo de mensagem sua marca visa transmitir aos clientes socialmente engajados?

Foi pensando nisso que o site Social Media Examiner elaborou cinco dicas de como você e sua companhia podem formular seus objetivos de forma confortável, fácil, rápida e confiante, para então tornar sua marca ainda mais eficaz no mercado da competitividade.

1. Determine a personalidade da sua marca

Grande parte das pequenas empresas cresce gradualmente, acrescentando clientes e serviços ao longo do tempo. À medida que evoluem, elas garantem uma reputação de como conseguem evoluir e fazer bons negócios, determinando, assim a voz da sua marca. Com isso, ao identificar os traços de personalidade da sua companhia, os clientes terão razões para chegar até você

Um bom exemplo dessa situação é comparar a marca da sua empresa a um tipo de carro, rede de hotéis ou até a um CEO de alguma multinacional, para saber qual deles melhor representa a sua mensagem. Richard Branson ou Bill Gates? Land Rover ou Porsche? Com qual deles você tem mais a ver? Definir o seu personagem lhe dará mais convicção acerca de como alcançar bons resultados.

2. Identifique o público e sua verdadeira audiência

Com a quantidade de dados que estamos sujeitos na geração atual, o mesmo produto pode servir para diferentes tipos de grupos. Por isso, certifique-se de conhecer o público que é mais receptivo à sua mensagem e que está mais de acordo com as propostas da sua marca.

Por exemplo: se você é uma empresa B2B (Business-to-business), sites como LinkedIn e Google+ podem ser um terreno melhor e mais direcionado do que um serviço de ofertas profissionais no Twitter para seguidores aleatórios. Ao invés de uma abordagem menos direta, alinhe sua marca e empenhe o potencial de seus recursos para as comunidades que irão responder a suas demandas.

Junte-se a subgrupos específicos da indústria e fóruns para se mostrar participativo, oferecendo respostas pensadas em sua área de especialização. Além disso, é importante que você faça a medição da influência de sua marca no mercado de negócios. Para isso, existe uma opção eficaz e gratuita que, inclusive, já falamos aqui no Olhar Digital: o Klout, um serviço que mapeia sua participação nas principais redes sociais da atualidade e lhe fornece gráficos, dados e outras informações demográficas sobre como sua empresa/mensagem tem se saído na internet.

3. Desenvolva um objetivo mais consistente

Algo fundamental para o crescimento da marca é a sua consistência. Por isso, não deixe de transmitir um estilo familiar de mensagens ao se comunicar com os demais consumidores. Vale lembrar que não há uma maneira certa ou errada de falar: o importante é saber falar com o público – que não exige frases mais fechadas. Seja mais próximo do seu cliente, utilize de uma linguagem mais informal (sem deixar a seriedade de lado), elabore uma comunicação mais sociável. Conheça-o.

Contudo, não adote um perfil de multi-personalidades, como ter um lado mais rígido no Facebook, e no Twitter uma versão menos séria. Isso pode causar um certo transtorno para os usuários. Se vários funcionários contribuem para suas mídias sociais, certifique-se de que eles compreendem a personalidade de sua marca (como foi dito no item 1).

4. O tempo é tudo

Saber quando falar é muitas vezes crucial para estabelecer um contato confiável de sua marca no mercado. Se antecipar exageradamente ou esperar muito tempo pode dar a impressão de que você não está antenado ao que está acontecendo. Se organizar e mostrar-se ponderado é a melhor solução.

Uma maneira simples que pode amenizar eventuais problemas desse gênero é o Google Alerts. Nele, você pode delimitar um assunto-chave na sua indústria, de modo que seus funcionários estarão informados, esclarecidos e preparados para oferecer insights e comentários quando for necessário.

Outros meios, como o Twitter, por exemplo, também são ótimas ferramentas para estar por dentro – e em tempo real – sobre os principais fatos do dia a dia. E não se esqueça: cada segundo pode ser um fator determinante para definir a sua marca. Leia e responda os comentários de seus clientes para não se esquecer e ficar para trás.

5. Praticar é essencial

Hesitar pode gerar falta de confiança. E nada constroi melhor a confiança do que a prática. Felizmente, a web oferece uma ampla oportunidade para aperfeiçoar o poder da sua marca. Você pode começar com o blog da empresa (caso já exista um) e construir uma biblioteca de artigos úteis para seus clientes.

Tais artigos podem ser reaproveitados a vários diretórios, que vão amplificar sua mensagem. Elabore alguns tweets, faça atualizações diárias no Facebook, contribua com o seu perfil no LinkedIn, e você terá o reconhecimento esperado para o seu setor. Sabendo bem que tipo de personalidade sua marca possui e o público a ser atingido, as características da sua empresa serão aprimoradas, para então melhorar e fortalecer sua voz no mercado de negócios.

Ao seguir estas cinco dicas, você provavelmente se sentirá mais à vontade para se comunicar e alcançar uma audiência maior de sua marca e empresa. E qual sua opinião? Diga suas experiências nos comentários abaixo.

 

Fonte:Olhar Digital

 

Read More