Apesar de parecer clichê, é fato que a concorrência nas vendas online é bastante acirrada, em especial nos shoppings virtuais – mais conhecidos como marketplaces. Para se destacar, portanto, é necessário agir de forma planejada.

ESTRATÉGIAS PARA SE DESTACAR NO MARKETPLACE
 
Confira a importância dos marketplaces e dicas para aumentar as vendas nas plataformas.

E, olha, reviews e avaliações estão entre as estratégias para marketplaces mais importantes. Afinal de contas, as ferramentas contribuem para gerar credibilidade para o vendedor e aumentar o potencial de vendas.

Gostou da ideia e quer ver algumas dicas para faturar mais? A seguir, vamos explicar melhor a importância dos marketplaces e dar dicas para aumentar as vendas nas plataformas. Confira!

Qual é a importância dos marketplaces para as vendas online?

Em primeiro lugar, os marketplaces são espécies de shoppings virtuais. Ou seja, vários vendedores atuam em uma única plataforma.

Apesar da grande concorrência, vender nesses ambientes é uma excelente oportunidade de negócios. Isso porque é possível aproveitar toda visibilidade e credibilidade já conquistada pela administradora para atrair clientes e vender.

E tem mais: esses espaços já ganharam o coração dos clientes, viu? Em 2021, por exemplo, os marketplaces foram responsáveis por 84% de todo o faturamento do e-commerce. Os dados são da E-bit/Nielsen e também revelam que o setor cresceu mais do que o e-commerce – 52% contra 41%. Legal, né?

Como se destacar no marketplace e vender mais?

Se os clientes navegam pelos marketplaces, você precisa marcar presença por lá para conseguir vender, não é mesmo? Pois bem, é bom que você saiba que estar presente apenas não basta.

É necessário investir em estratégias para marketplace com o objetivo de destacar a sua loja e conquistar a preferência do público. A seguir, vamos dar algumas dicas nesse sentido. Olha só!

Colete reviews e avaliações

Antes de tudo, vale esclarecer o conceito de reviews e avaliações. Na prática, são relatos de consumidores reais a respeito da experiência que tiveram com produtos, serviços e marcas.

Vamos supor que um consumidor comprou uma smart TV do seu e-commerce. Após a chegada do produto em casa e a instalação, o cliente pode deixar uma opinião sobre o produto e a qualidade dos serviços prestados pela empresa, sabe?

Se a experiência foi boa, ele deixa elogios. Por outro lado, em caso de surpresas desagradáveis, o usuário pode deixar críticas e uma pontuação baixa no campo de avaliações.

De toda forma, esses comentários e notas – bons e ruins – são úteis para dar credibilidade ao vendedor e transmitir confiança ao cliente.

Como existem diversos sellers atuando na mesma plataforma com produtos e preços semelhantes, os reviews e as avaliações se tornam o principal fator de decisão de compra. É por isso que é importante incentivar os consumidores a fazer reviews em marketplace.

Mantenha a coerência na categorização de produtos

Pensa bem: se o consumidor procura por geladeiras, por exemplo, não adianta exibir resultados de máquina de lavar, não é mesmo? Além de atrapalhar a experiência de compra, isso não contribui para a venda de seus produtos. É aí que entra a categorização de produtos.

A título de curiosidade, categorizar significa agrupar itens com características semelhantes. Sendo assim, na hora de cadastrar seus produtos no marketplace, é importante preencher todos os campos de hierarquização para garantir que o item que você vende seja encontrado pelo consumidor a partir dos filtros.

Ofereça um atendimento ao cliente impecável

A gente sabe que o processo de compra no e-commerce é mais autônomo por natureza. Isto é, o consumidor pode passar por todas as etapas sem sequer conversar com um funcionário da empresa.

No entanto, vira e mexe a assistência é necessária. O cliente pode ter dúvidas sobre as especificações do produto, sobre o modo de uso, prazo de entrega, formas de pagamento, e por aí vai. Nesse contexto, o consumidor pode precisar de ajuda. A qualidade desse suporte pode aproximar o consumidor e incentivar a compra ou afastá-lo de vez.

Então, estruture o processo de atendimento e ofereça treinamento aos colaboradores para garantir um serviço de qualidade. Lembre-se também do pós-venda para resolver eventuais problemas, coletar reviews e fazer pesquisas de satisfação, combinado?

Faça descrições de produtos diferenciadas

Faça um teste por aí: compare a descrição de um mesmo produto em diferentes lojas na internet. É bem provável que você tenha encontrado descrições idênticas, não é verdade? Pois bem, além de prejudicar o SEO da página, copiar e colar o texto fornecido pelo fabricante não garante destaque algum à sua loja.

Logo, faça descrições criativas para chamar a atenção do consumidor. Se você ficar de olho nos reviews, por exemplo, poderá extrair informações valiosas de lá para incrementar os seus conteúdos. O mesmo vale para as dúvidas postadas na sessão de perguntas e respostas.

Fique de olho na concorrência

Já falamos por aqui sobre a grande competitividade entre os sellers dos marketplaces. E não poderia ser diferente: são vários vendedores atuando na mesma plataforma e, muitas vezes, com a oferta do mesmo produto e com preços semelhantes.

Monitorar os passos dos concorrentes nesse contexto é importante para identificar crises e oportunidades. Mas olha: não estamos falando para você copiar as estratégias dos concorrentes, nem entrar em guerra de preços contra eles.

Na verdade, essa observação é legal para criar diferenciais competitivos para o seu negócio. Vamos supor que a principal reclamação dos clientes de seu concorrente é sobre a falta de clareza nas ofertas.

Por exemplo: o consumidor compra um produto achando que é da marca X, mas recebe em casa um item da marca Y. Nesse contexto, é possível dar uma atenção especial à descrição dos produtos – como já sugerimos ali em cima – e incluir fotos reais do produto para suprir essa lacuna, sabe?

Trouxemos as reclamações dos clientes como exemplo, mas é necessário monitorar também preço, qualidade do atendimento, frete, prazo de entrega, estratégias de marketing e por aí vai.

Invista em marketing

Quando você vende em marketplace, a marca que aparece primeiro é a da administradora da plataforma. Isto é, muitas vezes, o consumidor compra da sua empresa e nem se dá conta.

Sendo assim, é legal fazer um trabalho de branding para reforçar a imagem da sua marca. Além do mais, mesmo que a plataforma tenha um trabalho de marketing próprio, vale apostar em recursos extras para levar o consumidor diretamente para os produtos vendidos por você, e não da concorrência. Então, vale apostar em:

  • redes sociais;
  • mídia paga;
  • remarketing;
  • UGC;
  • marketing de influência.

Por fim, investir em estratégias para marketplace é fundamental para atrair mais clientes e fidelizar. Nesse contexto, o destaque vai para os reviews porque geram credibilidade para o seller e aumentam o potencial de vendas. Lembre-se também de caprichar nas descrições e nas fotos dos produtos, além de categorizar os itens de forma intuitiva, combinado?

Deixe um comentário

error: Alerta: O conteúdo está protegido !!