05 jul Google Shopping – Metas e Concorrência

Assim como na maioria das empresas, ter o mapeamento adequado dos processos é crucial para avaliar a performance. Se você quiser pular direto para a etapa “como fazer” vá em frente, mas saiba que há um passo inicial antes de tudo. Você não vai querer estar em um canal em que o investimento não tem retorno, certo? A preparação adequada
e uma estratégia sólida são tão importantes quanto o trabalho de configuração e gerenciamento.

Primeiro, vamos falar dessa preparação que vai deixá-lo alguns passos à frente dos competidores. Nós vamos mergulhar em três diferentes áreas: metas, palavras-chave e concorrência.

METAS

Vamos começar com as metas, uma vez que elas precisam guiar tudo o que você fizer a partir daqui. É a meta que vai mantê-lo no caminho certo enquanto dá a liberdade e criatividade que você precisa para resolver problemas e alcançar aquilo que foi planejado inicialmente.

QUAL É A SUA META DE CUSTO POR AQUISIÇÃO (CPA)?

Quer pagar quanto? Se o ticket médio da sua loja é de R$ 100 e sua margem de lucro é de 35%, você estaria disposto a gastar os R$ 35 do seu lucro da primeira compra para fechar um negócio? Isso pode ser muito ou pouco, se considerar que investiria até mais para reter clientes e aumentar o tempo de vida deles. É você quem determina qual é o valor que se sente confortável para atingir a maior quantidade de leads qualificados possíveis.

CATIVAR UM CLIENTE OU FAZER UMA VENDA?

Existem dois tipos de vendedores: aqueles que querem gerar vendas e os que querem gerar clientes. Os dois tipos conseguem fazer dinheiro, mas só aquele que é preocupado em reter os seus consumidores consegue criar um negócio e uma marca duradouros. É importante considerar qual é o seu estilo antes de iniciar o processo.

Particularmente, é interessante estimular a recompra e cativar um consumidor, uma vez que o custo de aquisição já não existe na recompra e as chances de ele in- dicar o seu produto são mais altas. A parte mais fascinante do Google Shopping é que você consegue transformar leads em vendas ainda no primeiro clique. Ainda assim, a ferramenta vai funcionar tanto para quem quer fazer vendas pontuais quanto para vendedores que queiram conquistar clientes. É a sua meta que vai ditar o quão “agressivo” você pode ser nos seus lances e na sua abordagem.

KEYWORDS E PRODUTOS MAIS VENDIDOS

O que você quer vender mais? Embora a sua resposta possa ser “qualquer coisa que esteja no meu site”, é melhor você pensar estrategicamente em um esforço para maximizar as vendas.

Produtos de entrada: Talvez exista uma certa linha de produtos que não são os seus carros-chefe, mas geralmente direcionam a primeira compra do seu site. Esses produtos podem ser adquiridos frequentemente pela necessida- de e preço baixo ou precisam ser adquiridos como complementares a uma compra maior.

Consumíveis: Assim como uma empresa que vende navalhas com a motivação de vender lâminas ou um vendedor de suplementos que quer te enganchar nos seus produtos, a estratégia em comum desses tipos de empresa é investir em produtos que as pessoas precisam recomprar sempre.

Preço alto ou margem alta: Nem é preciso dizer que aqueles produtos nos quais você tem maiores ganhos são aqueles em que deve investir mais tempo e esforço para vender em campanhas do Google Shopping, certo?

Produtos com concorrência baixa e boa demanda: É difícil acontecer. Mas, se esse é o seu caso, tire o maior proveito possível da situação para se manter na liderança.

COMO COLOCAR SEUS PRODUTOS NO RADAR DOS POTENCIAIS CLIENTES

ENTENDENDO A INTENÇÃO DE COMPRA

O tamanho e o conteúdo de uma expressão inserida nos mecanismos de busca podem dizer muito sobre as intenções de quem a fez. Longas e detalhadas sen- tenças podem revelar uma intenção de compra de qualidade mais alta. Alguém que procura “Nike” pode estar só matando o tempo, comprando ou fazendo uma pesquisa acadêmica – ninguém sabe, de fato. Mas alguém que procura “Tênis Nike Shox 8 molas”

definitivamente está pronto para a compra.

USANDO AS FERRAMENTAS CERTAS

Quer saber o que os seus consumidores realmente estão procurando? Aqui vão quatro boas ferramentas para descobrir:

Google Keyword Planner: Ferramenta gratuita do Google, disponível no site do AdWords, dentro da aba de ferramentas. Aqui você consegue colocar algu- mas ideias e o Google vai te dar uma sequência de sugestões de palavras-chave e volume de busca do que você pesquisou, além de uma média de CPC para anunciar na plataforma. Infelizmente, nem o volume de buscas nem o CPC são exatos, mas podem indicar uma média razoável.

SEMrush: Para olhar os dados contidos no AdWords e Analytics, o SEMrush vai fornecer insights detalhados sobre uma keyword ou domínio específico, com planos gratuitos e pagos. Você pode usá-lo para pesquisar palavras-chave ou para pesquisar a concorrência. É uma ferramenta muito útil para “cavar” termos de pesquisa e encontrar insights mais rápido e em um formato mais amigável do que no

Google Keyword Planner.

Keywordtool.io: Essa ferramenta fornece palavras-chave relacionadas para usar com aquelas já definidas. Esses termos relacionados são tirados daquela sugestão de pesquisa do Google que preenche os formulários por você, sabe? Isso pode ser útil para escrever a descrição no seu feed ou página. Usar uma das palavras relacionadas que parecem relevantes para o que você está vendendo pode ajudar a mostrar uma variedade maior de consultas de pesquisa.

CENÁRIO COMPETITIVO

Saiba quem é a sua concorrência. Nunca comece a investir em anúncios sem sentir um pouco como o seu concorrente trabalha e fazer o levantamento dos pontos fortes e fracos para encontrar um diferencial.

BUSCAS MANUAIS DO GOOGLE

Primeiro, procure as palavras-chave que você deseja usar no Google. Veja quais são os destaques nos resultados do Google Shopping. Tome nota dos produtos da concorrência, preços, imagens e lojas virtuais que aparecem nos resultados. Procure por produtos que retornem múltiplos resultados do mesmo vendedor. Isso pode ser um sinal de que os anúncios dele estão bem otimizados ou pode signi car que ele não tem variedade, o que deixa uma oportunidade para a sua loja.

Read More

05 jul 4 facilidades do Moip para o e-commerce, segundo a Shopify

O Moip é um dos sistemas de pagamentos desenvolvidos para o e-commerce mais utilizados no país. Pela simplicidade, conveniência e segurança, tem sido a opção indicada pela Shopify Brasil, plataforma de comércio eletrônico com softwares especializados para cuidar de vários segmentos de e-commerce, a seus clientes.

A empresa lista 4 facilidades da solução para o varejo online. Confira quais são elas:

Checkout

O Moip consegue checar todas as informações do cartão de pagamento (débito e crédito) sem precisar redirecionar para outros sites. Fatores que influenciam na facilidade e rapidez de compra (menos cliques), ou seja, mais conversão em compras. Como os lojistas precisam sempre pensar em facilitar e manter um bom número de conversões, um sistema de compras eficiente é decisivo nesse ponto.

Várias formas de pagamentos

Para os lojistas, é fundamental oferecer aos clientes variados meios de pagamentos. Isso evita que os clientes se interessem por certos produtos e, na hora de fechar a compra, acabem frustrados, pois a plataforma de e-commerce não oferece um modo de pagamento que atenda à necessidade desse cliente.

Quando acontece de o lojista não utilizar softwares como o Moip, é necessário entrar em contato com várias empresas (bancos, bandeiras de cartões de crédito, entre outros), ou seja, o trabalho é muito maior. Já o Moip tem a capacidade de entrar em contato de uma só vez com todas as empresas de pagamento.

Formas de pagamento no Moip 

Transferência eletrônica (débito direto), boleto bancário, cartão de crédito estão entre as formas de pagamento aceitas pelo Moip. Muitas vezes, alguns lojistas optam por contratar plataformas que ofereçam apenas uma forma de pagamento ou que não ofereçam mais segurança para as conversões. Tudo isso gera custos mais altos e até grandes riscos para os negócios.

Segurança

O Moip garante segurança de compra, assim, o software analisa todos os dados de vendedor e cliente e mostra para ambos que a compra é segura para as duas partes. Na verdade, assim que a compra é aprovada, o Moip resgata o dinheiro do cliente e guarda por alguns dias. Posteriormente, o vendedor envia o produto para o cliente, se o cliente receber tudo certo sem problemas, o Moip envia o dinheiro para o vendedor (com desconto de taxa de serviço). Essa vantagem é excelente tanto para lojista quanto cliente se sentirem seguros na hora da compra.

Para saber mais sobre as facilidades do Moip para Ecommerce, a agência Samurai Experts é especializada em projetos e desenvolvimento para a plataforma. Mais um diferencial é que a empresa trata todos os clientes como parceiros. Um tipo de tratamento que certifica a boa relação baseada em sucesso de criatividade, disciplina, dedicação e firmeza nas ações teóricas e práticas. Para mais informações sobre o Shopify Brasil e, também, a respeito da Samurai Express, acesse: https://www.samuraiexperts.com.br

 

Fonte: ecommercenews

Read More

05 jul Como fidelizar clientes de sua loja virtual e aumentar seu faturamento médio

Você consegue vender bem, mas ainda não descobriu como fidelizar clientes em seu e-commerce e elevar seus ganhos mensais?

Se sim, é possível que esteja buscando avidamente por métodos para manter seus clientes ligados a você, garantindo assim um certo “salário” com vendas recorrentes as mesmas pessoas.

De acordo com Philip Kotler, conhecido como o “papa do marketing”, conquistar um novo cliente custa em torno de cinco a sete vezes mais para o lojista do que manter um cliente fiel a sua loja.

No mercado de e-commerce, manter alguém fiel a sua loja é um pouco mais complicado do que seria em uma loja física.

Mas não é nenhum bicho de sete cabeças.

Vamos conferir algumas dicas matadoras de como fidelizar clientes para seu e-commerce!

MARKETING DE CONTEÚDO NÃO PODE FICAR DE FORA

Existe uma máxima que diz que “O conteúdo é Rei”, e isso não poderia ser mais verdadeiro para quem busca meios de como fidelizar clientes em seu e-commerce.

Se você tiver um bom conhecimento do seu público alvo, persona a quem sua loja está voltada, fica ainda mais fácil.

Você pode apostar em webnários, tutoriais elaborados para esclarecer dúvidas de seus clientes quanto ao uso de um produto, ferramenta digital vendida em sua loja, etc….

Outra boa estratégia é manter um blog atualizado periodicamente com artigos que gerem valor para o seu público-alvo. Eles podem ser post com soluções para problemas comuns enfrentados por sua audiência.

Outro detalhe interessante aqui é aproveitar os conteúdos evergreen (relevantes e atemporais). Assim, sua estratégia de marketing de conteúdo além de fidelizar clientes, tem capacidade para atrair novos com custos menores.

VÁ ALÉM DA ENTREGA

Todo bom e-commerce busca ter uma logística eficaz, que garanta a entrega dos produtos no prazo certo e sem problemas. Mas e a entrega e o pós-venda?

Invista em um atendimento pós entrega diferenciado. Por exemplo, se você vendeu uma camiseta, pode ser uma ótima opção enviar para o cliente um e-mail com dicas de look.

Com isso, você não apenas atendeu a necessidade que o fez comprar de você, mas também agregou um valor que será percebido no futuro do seu cliente.

COMO UM BOM AMIGO, OU MESTRE, ESTREITE AS RELAÇÕES

Em uma loja física, onde o cliente vai até nós e escolhe seus produtos, temos a oportunidade de gerar um laço mais amistoso e de confiança com ele.

Pela forma como tratamos, olhamos para o cliente e conversamos, podemos mostrar que nos importamos com algo mais que vender.

Que nos importamos com aquilo que ele sente e pensa.

Agora, em um e-commerce não temos essa chance de olhar nos olhos dos nossos clientes. Então devemos buscar uma outra forma de estreitar essa relação.

Uma das melhores alternativas é a criação de uma comunidade online, onde você pode oferecer um atendimento e contato diferenciado com seus clientes.

Ela pode ser criada em uma rede social, como o Facebook, e dedicada a esclarecer dúvidas, trocas de informações, suporte e acompanhamento do uso do produto por parte dos clientes.

Manter uma relação como essa é uma ótima forma de como fidelizar clientes a sua loja virtual, pois eles sabem que junto com a venda virá todo um acompanhamento diferenciado.

Algo que ele não vai encontrar facilmente, e portanto, não se sentirá tão disposto a abrir mão.

ESTANDO MUNIDO DE MANEIRAS DE COMO FIDELIZAR CLIENTES PARA SUA LOJA

Agora é a sua vez!

Você acaba de receber um poderoso conhecimento, dicas que vão ajudar a cativar, fidelizar seu clientes a seu e-commerce.

Tudo que é preciso é colocar em prática e ver os resultados médios das suas vendas aumentarem.

Read More

05 jul Guia completo do atendimento ao cliente no e-commerce: do pré ao pós-venda

Prestar um bom atendimento ao cliente deve ser uma das maiores preocupações de uma empresa, já que é por meio de clientes satisfeitos que ela vai conseguir se consolidar e crescer no mercado.

Porém, nem todo mundo pensa assim, e muitos gestores acabam focando em outros aspectos de seu negócio, deixando o atendimento a desejar e perdendo espaço para a concorrência.

Quando se trata de um e-commerce, isso não é diferente. Aliás, prestar um bom atendimento e encantar o cliente é a melhor forma de se destacar em um ambiente em que a concorrência está a apenas um clique de distância.

Se você tem uma loja virtual ou está pensando em abrir uma e quer saber como oferecer o melhor atendimento possível aos seus consumidores, continue lendo este artigo!

1. O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR NO AMBIENTE VIRTUAL

Devido a enorme quantidade de ofertas disponíveis no ambiente virtual, o consumidor que utiliza a Internet para pesquisar sobre produtos e serviços que deseja adquirir tem um comportamento muito mais imediatista.

Hoje em dia, esses clientes não têm paciência de esperar muito tempo por respostas e nem mesmo pelo carregamento das páginas do seu e-commerce.

Quando esse consumidor busca por algum produto ou serviço no Google, além de considerar os preços e a confiabilidade do site em questão, ele também espera um retorno rápido e um atendimento eficiente.

2. A IMPORTÂNCIA DO BOM ATENDIMENTO AO CLIENTE

Erros e acertos no atendimento ao cliente são comuns, afinal, isso se trata de pessoas lidando com pessoas, e todos estamos passíveis a falhas.

O bom atendimento ao cliente é fundamental, pois sabemos que clientes insatisfeitos podem denegrir a imagem da sua marca rapidamente, principalmente com a facilidade de compartilhamento de informações nas redes sociais. Sendo assim, todo cuidado é pouco!

Mais do que dicas para um bom atendimento ao cliente, você deve buscar compreender cada uma das pessoas que entram em contato com a sua loja virtual e, assim, oferecer um atendimento personalizado.

3. A QUALIDADE NO ATENDIMENTO AO CLIENTE EM PRIMEIRO LUGAR

Como você já deve saber, quantidade não é sinônimo de qualidade, principalmente quando se trata de relacionamento com o seu público.

Ou seja, não adianta disponibilizar vários canais de atendimento e contratar muitos atendentes, se o suporte oferecido por eles não for bom.

Investir na qualificação dos profissionais que lidarão diretamente com seus consumidores é fundamental para garantir um atendimento eficiente e que promova a fidelização desses clientes.

Por isso, planeje-se para oferecer treinamentos, trabalhe com feedbacks, valorize e reconheça seus colaboradores e promova um clima organizacional propício para que seus talentos vistam a camisa da sua marca e realmente se preocupem em ouvir o consumidor e resolver as suas questões.

4. COMO DEFINIR A COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE

Definir a forma e os meios de comunicação com o cliente é muito importante para que o gestor planeje o funcionamento de cada meio, adequando e preparando seus colaboradores para prestarem o melhor suporte em cada comunicação.

O importante, aqui, é conhecer muito bem o seu público-alvo, saber exatamente com quem está lidando e quais são os canais de comunicação preferidos dele. No entanto, usar o chat on-line, por exemplo, não exclui a necessidade de ter um número de telefone.

Saber as preferências de seus consumidores vai ajudá-lo a focar os seus esforços de comunicação nesses canais, mas sem negligenciar o cuidado com os canais de atendimento tradicionais.

5. NUTRIÇÃO DE LEADS: O PRIMEIRO ATENDIMENTO QUALIFICADO

A captação de leads é muito importante para um e-commerce, pois esses dados e contatos de pessoas que já se interessaram por algum conteúdo ou produto disponibilizado em seu site podem ser convertidos em vendas quando trabalhados da forma correta.

Portanto, investir na nutrição desses leads é uma estratégia inteligente e que pode render bons frutos.

Para começar, é preciso saber que, mesmo não sendo um atendimento propriamente dito, a abordagem feita a um lead via e-mail também deve ser qualificada. Pense que, se a pessoa não gostar ou incomodar-se com o conteúdo enviado pela sua empresa, ela pode mandá-lo diretamente para a caixa de SPAM e, assim, você perderá a oportunidade de convertê-la.

Veja, abaixo, algumas dicas para uma nutrição de leads eficaz!

5.1 INVISTA EM AUTOMAÇÃO DE MARKETING

Se o seu e-commerce já estiver funcionando bem, pode ser o momento de começar a investir em uma ferramenta de automação de marketing.

Esse tipo de ferramenta auxilia bastante na produção e na análise dos resultados dos e-mails enviados pela sua empresa, sendo possível extrair dados para criar estratégias cada vez mais assertivas.

Isso porque, por meio da automação, você consegue descobrir em que etapa do funil de vendas seus leads se encontram, em quais produtos demonstraram interesse, as páginas que visitaram etc.

5.2 PERSONALIZE O CONTATO

Dividir seus leads em grupos de personas específicas faz toda a diferença na sua estratégia de nutrição, já que, por mais que você venda produtos parecidos, cada pessoa tem um perfil e uma necessidade específica e, portanto, necessita de uma abordagem diferente.

Claro que você não poderá mandar um e-mail personalizado para cada um de seus leads, mas, ao classificá-los em grupos distintos, a personalização desse contato já se torna possível e bastante eficaz.

Observando cada um dos grupos, analise seus comportamentos mais comuns, os tipos de produtos e conteúdos que fazem mais sucesso entre eles, a linguagem com a qual eles se comunicam e tudo o que possa ajudá-lo a criar um contato qualificado.

5.3 OFEREÇA PRODUTOS RELEVANTES PARA A PESSOA

Nos e-mails de ofertas de produtos, que não devem ser muitos, você precisa ofertar itens relacionados ao que a pessoa já comprou ou já visualizou na sua loja virtual, para realmente despertar o seu interesse e não ser considerado como SPAM.

Nada de mandar um catálogo gigante de produtos distintos que não tenham nada a ver com as necessidades de determinado grupo de personas.

5.4 FORNEÇA CONTEÚDOS ÚTEIS

Nem todos os seus leads se encontram no estágio de compra e, por isso, você precisa oferecer informações úteis, com o intuito de estreitar o relacionamento deles com a marca. Aliás, isso deve ocorrer em todos os estágios do funil de vendas.

Descubra quais são os interesses, dúvidas e anseios desse público e crie conteúdos que respondam suas questões, ajudando-os a encontrar soluções diferentes e criativas e ensinando-os a usar seus produtos de novas formas. Enfim, pesquise bastante e use a criatividade!

6. ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO COM O CLIENTE NO E-COMMERCE

Usar a qualidade no atendimento como diferencial do seu e-commerce é o ponto de partida para conquistar e fidelizar ainda mais clientes, que, muitas vezes, encontram-se perdidos com a enorme quantidade de ofertas disponíveis no ambiente virtual.

E, para lidar com esse desafio, o mais importante é sempre ouvir o seu cliente, tentar entender o que ele está dizendo e buscando, e ajudá-lo, sempre agregando mais valor ao seu produto.

Pense no processo de atendimento em etapas que envolvem o pré-venda, a venda em si e o pós-venda e tenha ainda mais sucesso.

7. ATENDIMENTO NO PRÉ-VENDA

O pré-venda é uma etapa que, muitas vezes, é negligenciada pelos gestores, e que, por isso, pode estar causando a perda de boas oportunidades de conversão de interessados em clientes.

Visto pelo ponto de vista do Inbound Marketing, o pré-venda é uma fase na qual o interessado ainda não se tornou um lead, ou seja, ainda não se cadastrou ou entrou em contato com a empresa, mas já está fazendo visitas ao seu e-commerce.

É nesse momento que as estratégias de conteúdo e o uso de ferramentas, como o chat on-line, ganham força, pois, a partir dessa proatividade em se mostrar disposto a auxiliar o cliente a encontrar as melhores soluções e estar disponível para esclarecer suas dúvidas, é que se inicia a construção de um relacionamento. Considere isso em seu planejamento!

8. ATENDIMENTO DURANTE A VENDA

Durante a venda em um e-commerce, outros fatores estão ligados ao atendimento ao cliente, sem necessariamente se tratar do contato com o consumidor, e a experiência do usuário, nesse momento, torna-se decisiva.

8.1 EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO

Quando falamos na experiência do usuário de um e-commerce, estamos falando de um conjunto de itens que propiciam ou não uma boa impressão ao cliente. Dentre os itens, estão o layout, a navegabilidade, a legibilidade, o carregamento das páginas, o funcionamento do carrinho de compras, o formulário de cadastro etc.

Ter atenção e cuidado com cada um desses itens é fundamental para entregar um e-commerce fácil, prático e envolvente, possibilitando um número maior de vendas.

9. ATENDIMENTO AO CLIENTE NO PÓS-VENDA

O pós-venda é uma das etapas mais importantes para a fidelização de um cliente de e-commerce, pois é a principal oportunidade que a sua loja tem de se diferenciar das demais.

Não são todas as marcas que se preocupam com esse aspecto e, se você souber prestar um bom atendimento pós-venda, mostrando que realmente se importa com a satisfação do consumidor e com a qualidade do produto ou serviço oferecido, provavelmente será a primeira opção na próxima oportunidade de compra desse cliente.

9.1 AÇÕES DE FIDELIZAÇÃO DOS CLIENTES EM E-COMMERCE

Existem alguns tipos de ações que podem ser aplicadas no pós-venda e que, além de medirem a satisfação do consumidor com a sua loja, potencializam a fidelização de seus clientes. Confira algumas delas!

9.1.1 Acompanhamento da entrega

Quem já comprou alguma coisa pela Internet sabe que a ansiedade para que o produto chegue logo é grande. Então que tal se colocar no lugar do seu cliente e facilitar o acompanhamento da entrega?

Com a ajuda de um sistema de automação, você pode enviar um e-mail ou SMS para ele toda vez que o status do envio for atualizado pelos Correios, mostrando que sua marca também se importa com a logística e diminuindo a sua ansiedade.

9.1.2 Pesquisa de satisfação

Enviar uma pesquisa de satisfação via e-mail para o cliente é uma excelente forma de colher feedbacks e descobrir se essa pessoa teve uma boa experiência de compra em sua loja virtual.

Por meio dessa pesquisa, você pode descobrir se houve alguma falha durante o processo e, assim, atuar em sua melhoria.

Além disso, esse tipo de pesquisa demonstra ao consumidor o comprometimento do seu e-commerce e a disposição de seus colaboradores em ajudá-lo no que for necessário, mesmo após a conclusão da venda.

9.1.3 Oferta de promoções

Com base no histórico de compras e visitação de páginas de seus clientes, você pode criar promoções interessantes para eles, mostrando que sua loja está atenta aos seus desejos e preferências.

Porém, lembre-se de que promoções e descontos não podem ser ofertados sem critérios, e esse tipo de ação deve estar de acordo com o planejamento financeiro da empresa e a verba dedicada ao investimento em estratégias de marketing.

9.1.4 Envio de brindes

Ao fazer uma compra, seu consumidor está esperando receber apenas o produto solicitado e quando é surpreendido por um brinde, passa a se sentir especial para a sua marca, pois percebe o cuidado que ela tem com ele.

Brindes que tenham a ver com o produto adquirido pelo cliente, miniaturas, cartões de agradecimento, vouchers de desconto ou, até mesmo, uma embalagem especial que ele possa reutilizar são boas opções para agradar seu público.

Assim como o item anterior, o envio de brindes também é uma ação que demanda planejamento financeiro. No entanto, vale dizer que, dentro de uma estratégia bem desenhada, esse investimento pode valer muito a pena e trazer bons retornos em fidelização de clientes.

10. FERRAMENTAS DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

Hoje em dia, você pode contar com diversas formas gratuitas de atendimento on-line na sua loja virtual, e elas podem ajudá-lo bastante a posicionar o seu e-commerce como uma marca que presta um serviço atencioso.

Veja, abaixo, quais são os tipos de ferramentas mais utilizadas e mais fáceis de incorporar ao dia a dia do seu e-commerce!

10.1. CRM

O conceito de CRM (Customer Relationship Management) pode e deve ser aplicado no serviço de atendimento ao cliente da sua loja virtual.

Isso pode ser feito por meio de algum software de CRM, que permite que sua equipe acumule as informações de atendimento e de compra de cada um de seus clientes em um sistema.

O importante, ao empregar o CRM no atendimento ao cliente de seu e-commerce, é utilizar as informações do consumidor estrategicamente, não deixando de registrar o que foi falado e acordado em todos os contatos feitos com ele.

Dessa forma, todo atendente saberá qual é o estágio do cliente e o que ele costuma pedir, e evita questionamentos repetitivos, o que estressa o consumidor e passa a impressão de falta de atenção da empresa.

10.2 REDES SOCIAIS

Além de servirem como mais uma forma de a sua marca se posicionar no mercado e distribuir conteúdos relevantes para seu público, conquistando cada vez mais seguidores, que podem vir a se tornar clientes do seu e-commerce, as redes sociais também podem funcionar como um sistema de atendimento on-line.

Elas são excelentes para tirar dúvidas rápidas sobre os produtos e fazer esclarecimentos de situações relatadas por seus clientes, seja via inbox, seja por um comentário em alguma publicação.

Aproveite também para explorar esse universo e interagir com seus consumidores ativamente, respondendo comentários feitos em sua página ou, até mesmo, menções da sua marca em outras páginas. Isso aproxima o público e humaniza ainda mais a sua empresa.

10.3 E-MAIL

O e-mail também é uma incrível ferramenta de atendimento ao consumidor, pois dá a ele a oportunidade de explicar detalhadamente o seu problema ou suas necessidades e não necessita de um retorno tão imediato assim.

Responder o e-mail dentro do menor tempo possível é importante para aumentar a satisfação e o encantamento do cliente, porém, ele pode ser usado também como meio de comunicação para tratativas de assuntos mais complexos, que precisam de maiores explicações.

Porém, lembre-se de que, mesmo oferecendo meios de contato, como o e-mail, é preciso sempre deixar claro para o cliente que, caso ele prefira, pode entrar em contato via telefone, já que muitos deles preferem assim.

10.4 CHAT ON-LINE

De uma maneira geral, quem escolhe adquirir produtos pela Internet se sente confortável com esse ambiente virtual e, na hora em que precisa tirar alguma dúvida, é muito comum buscar algum meio virtual de atendimento, como os chats on-line, por exemplo.

Disponibilizar essa ferramenta em sua loja virtual é de grande valia, já que esse pode ser um fator decisório para o consumidor, que, pela falta de um chat virtual para fazer alguma pergunta, pode procurar um concorrente que supra essa questão.

O atendimento ao cliente on-line por meio do chat virtual também pode estar integrado à sua loja virtual de forma a abordar o consumidor no momento da navegação ou após determinado tempo, para saber se ele tem dúvidas ou precisa de alguma ajuda.

Caso não tenha nenhum atendente on-line, o cliente pode registrar sua dúvida no chat e deixar seu e-mail para receber a resposta assim que possível. Por isso, para evitar insatisfações, deixe o horário de atendimento bem visível na página.

Há ainda a possibilidade de utilização de chatbot, que é uma espécie de chat robotizado, com respostas pré-formuladas, que está sendo usado por algumas empresas para tirar as dúvidas mais frequentes de seus clientes de uma maneira rápida e prática, sem precisar estar on-line 24 horas por dia.

10.5 SAC

Um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) disponível por meio de um número de telefone e/ou chat virtual faz muita diferença em sua loja virtual. No caso do telefone, o ideal é disponibilizar um número 0800, mas, caso sua loja seja pequena, um número de telefone fixo já é suficiente para transmitir mais confiança ao consumidor.

Um SAC eficiente, com respostas ágeis e foco na resolução de problemas, pode evitar muitos entraves para o seu e-commerce, visto que questões mal resolvidas podem resultar em depoimentos negativos da sua marca em redes sociais ou em sites, como o Reclame Aqui, ou ainda em processos jurídicos.

O SAC é muito importante para um e-commerce, pois muitos clientes sentem a necessidade de falar com alguém que represente a sua loja e sentem-se mais seguros ao escutar uma voz do outro lado da linha.

Essa humanização da marca é importante para aumentar a credibilidade e a confiança do seu negócio, principalmente na hora de resolver possíveis problemas que podem surgir, como mercadorias não entregues dentro do prazo, produtos danificados ou com defeito, erros no site, dentre outros.

Invista em treinamentos e mantenha seus atendentes sempre alinhados, tendo o mesmo tipo de discurso e postura em todas as situações. Preocupe-se em padronizar o atendimento, mas tenha cuidado para não deixá-lo robotizado.

11. TENDÊNCIAS NO RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR

Como todos nós sabemos, a tecnologia está avançando rapidamente e todas essas novidades impactam diretamente na maneira como o consumidor se relaciona com as marcas e vice-versa.

Sendo assim, existem algumas tendências que os especialistas afirmam que virão com muita força nos próximos anos. Entenda algumas delas!

11.1 AUTOATENDIMENTO

O autoatendimento já acontece em bancos, lojas que têm totens para pagamentos e muitos outros lugares, e o e-commerce tem muito a ganhar com isso.

Afinal, com um público mais acostumado a realizar suas transações sem a necessidade de um atendente ou vendedor, fica muito mais fácil vender o conceito e a confiabilidade de uma loja virtual.

11.2 MARKETING DE RELACIONAMENTO

O marketing de relacionamento também é uma tendência muito forte, pois, como o próprio nome sugere, por meio dele, a empresa vai construindo um relacionamento sólido com seus consumidores.

Isso acontece tanto pela presença nas redes sociais quanto pela preocupação com o pós-venda, o fácil diálogo para esclarecimento de dúvidas, brindes e mimos em datas especiais etc.

11.3 SUCESSO DO CLIENTE

A preocupação genuína com o sucesso do cliente também entra como uma grande tendência no mercado, já que os consumidores conseguem perceber muito melhor quais são as empresas que realmente prezam pela sua satisfação e isso faz toda a diferença!

Read More

05 jul 5 dicas para acertar na escolha do fornecedor

As empresas são sistemas abertos que interagem com o meio que as envolve. Nas organizações existem entradas, processamentos e saídas de informações, de tecnologia e de materiais. Para garantir a qualidade dos produtos e dos serviços oferecidos, os negócios precisam zelar pela qualidade de seus recursos.

Ao mesmo tempo, as companhias não podem deixar de lado a pesquisa de preço junto aos fornecedores, o que assegura a redução de custos de fabricação, ou de prestação de serviços, e a competitividade.

Nesse sentido, o sucesso de uma organização deve ser semeado ainda na fase de entrada no sistema produtivo, ou seja, durante a escolha dos fornecedores e na realização das primeiras etapas do processo de compras.

Entretanto, muitas organizações ainda têm receio de fazer compras pela internet por acreditarem que os fornecedores não irão honrar com seus compromissos. Na verdade, o processo de compra e venda por plataformas digitais torna as compras mais transparentes, sendo mais difícil para os fornecedores não cumprirem com o combinado. Um processo comum feito por plataformas é a qualificação de seus fornecedores antes aceitá-los.

De toda forma, um bom comprador deve ter em mente alguns quesitos a serem cumpridos por seus fornecedores, como:

  1. Pesquise o mercado

A vantagem de usar os serviços de um e-commerce B2B é que a empresa tem à disposição diversos fornecedores, de diferentes portes e características. No entanto, antes de optar por um deles, é importante analisar as questões para homologação de fornecedores, conhecendo as principais informações do vendedor para saber se ele tem condições de atender a sua organização.

Verifique, ainda, a documentação da empresa fornecedora a fim de ver se a empresa está legalmente constituída. Qualquer falha nesse quesito pode implicar em um grande impacto na reputação da sua empresa.
  1. Atente-se à reputação da empresa

A qualidade e a eficiência de um negócio são medidas, em parte, pela reputação da empresa no segmento de mercado em que ela atua. Construída a longo prazo, a imagem institucional de um fornecedor é formada a partir da impressão dos clientes a cada transação concretizada. Às vezes, a reputação pode ser afetada por processos judiciais, outras, pelas condições de trabalho de seus funcionários. Uma coisa é certa, se o fornecedor comete erros e falhas em seus processos, inevitavelmente deixará rastros. Uma rápida pesquisa na internet ou em bancos de dados específicos ajuda a encontrar informações sobre a reputação da empresa.

  1. Consulte o mercado

Por mais que existam outros critérios relevantes para a escolha de um fornecedor, o quesito preço é essencial para conquistar savings. Logo, o processo de cotação é importante e impacta diretamente no lucro da empresa. Assim, busque fazer diversas cotações com diferentes fornecedores. Nesse sentido, usar uma plataforma ajuda a agilizar e centralizar as propostas em um só ambiente.

  1. Avalie a qualidade dos produtos e serviços

Muitas vezes, podem existir atritos entre o setor de compras e os demais departamentos da empresa. Eventualmente podem ser aquisições de itens fora das especificações técnicas ou serviços incompletos.

Enfim, as causas são muitas. Porém, elas podem ser evitadas. Para limitar esse tipo de situação, é necessário que o profissional avalie as características de cada item para facilitar a comparação entre fornecedores.

  1. Analise a comunicação da empresa

A demora no contato pode representar perdas significativas a e, em alguns casos, até a paralisação da produção. Por isso, avalie a agilidade do fornecedor em responder as cotações. Mais uma vez, a tecnologia pode ajudar. Ela cumpre um papel importante para auxiliar o fornecedor a ter controle de suas respostas pendentes.

Se esses processos forem feitos de modo eficiente, a empresa solidifica as bases necessárias para outras atividades, como a produção e as vendas para os clientes, sem comprometer a qualidade dos serviços oferecidos e ganhando a fidelidade do usuário final.

 

Fonte:ecommercenews

Read More

05 jul Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail – Converta Mais

Você sabia que é possível utilizar o remarketing dinâmico do Adwords no Gmail?

Não?

Então saiba que a Google disponibilizou um de seus recursos mais poderosos de marketing em mais esse canal.

Algo extremamente positivo, já que agora é possível anunciar para usuários, enquanto eles verificam seus e-mails.

Achou interessante?

Então vem com o Mestre do Adwords e descubra tudo sobre o assunto de maneira simples e prática!

O Poder do Remarketing Dinâmico do Google Adwords

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail..

Se você está familiarizado com o Marketing Digital e conhece suas ferramentas, já deve saber que o remarketing dinâmico do Google Adwords é um dos recursos mais interessantes e poderosos disponíveis no mercado atual.

Sua função é importante para conquistar resultados, especialmente, porque a maioria dos potenciais consumidores não realizam a ação de conversão logo no primeiro contato com a marca de interesse.

Antes do remarketing, todo o esforço para atrair os potenciais clientes tinha grande possibilidade de se perder, já que ao não comprar no primeiro contato, o usuário simplesmente poderia não ser mais alcançado pela mesma publicidade.

O que dava chances para que ele escolhesse o seu concorrente na hora da decisão de conversão, uma vez que ele nem sequer lembrava de onde tinha visto a oferta em primeiro momento.

Pensar nessa possibilidade é no mínimo frustrante, já que há bastante investimento financeiro e de tempo para fazer esse primeiro contato. Certo?

Graças ao Google, isso pôde ser solucionado. Basta que você utilize o remarketing para continuar trabalhando a exibição de anúncios personalizados para os potenciais clientes que demonstraram interesse pelo que você oferece, mas ainda não o consumiram de fato.

É claro que a evolução não parou por aí! Hoje temos o remarketing dinâmico que possibilita veicular campanhas específicas para clientes de forma ainda mais personalizada, levando em consideração os interesses também de outras pessoas.

Se você ainda não ligou o “nome à pessoa”, os anúncios de remarketing são aqueles que lhe seguem por toda a parte. Lembrou?

A grande novidade é que agora, ele também pode seguir seu cliente em potencial enquanto ele lê os seus e-mails no Gmail.

Quer ter a chance de captar mais leads e converter ainda mais?

Então veja como essa novidade pode lhe ajudar a trazer os seus potenciais interessados de volta, inclusive, fazendo com que eles convertam.

Google Anuncia Que Agora é Possível Usar o Remarketing no Gmail

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail,

Muitos anunciantes já esperavam ansiosos para que esse dia chegasse e, finalmente, parece que a Google ouviu e resolveu atender aos milhares de pedidos.

Recentemente, após algumas mudanças em sua plataforma de e-mails, a empresa revelou que agora será possível veicular anúncios de remarketing no Gmail.

A ideia é simples, mas também muito interessante do ponto de vista das estratégias de marketing digital.

Afinal de contas, diversas pesquisas apontam que o e-mail continua sendo um dos principais canais de comunicação, com acessos diários de bilhões de pessoas.

Basicamente, então, à partir de agora, se você utiliza o remarketing poderá atingir uma boa parcela dessas pessoas interessadas, enquanto elas leem os seus e-mails.

Quais as vantagens de utilizar o Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail?

Você pode estar se perguntando porque utilizar esse recurso no Gmail e quais seriam as vantagens. Certo?

Bem, nós já levantamos algumas questões nesse sentido ao longo do conteúdo, mas queremos deixar claro o quanto você pode potencializar seus resultados ao apostar em uma estratégia como essa.

A primeira vantagem diz respeito especificamente ao canal de veiculação, nesse caso, o Gmail.

Não se trata de qualquer plataforma de troca de e-mails, na verdade, ela é uma das maiores do mundo, com mais de 1 bilhão de usuários em todos os países.

Isso significa um enorme poder de alcance e impacto para as suas campanhas de links patrocinados. Concorda?

Além disso, não estamos falando de apenas volume, nos referimos à grande chance de seus potenciais clientes utilizarem o Gmail também. Portanto, o que está em jogo são usuários qualificados, com forte poder de conversão.

Como se não bastasse tudo isso, o remarketing dinâmico é capaz de reconquistar aqueles clientes “perdidos”, que abandonaram seu site ou o seu carrinho sem explicações e, simplesmente, foram embora.

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail

É uma nova chance de gerar conversões a cada dia, já que pesquisas mostram que as pessoas checam seus e-mails diariamente.

O Google está lhe dando a oportunidade de atingir a pessoa certa, no momento correto e com a mensagem que ela espera receber.

Obviamente, ele pode ser aplicado nos mais diferentes tipos de negócios, mas o recurso é ainda mais interessante para aqueles que trabalham com uma boa variedade de produtos ou serviços.

Isso porque o remarketing dinâmico permite que, depois que o cliente clica no anúncio, ele possa escolher entre 4 produtos pré-selecionados por você, de acordo com o interesse demonstrado por ele anteriormente, no primeiro contato.

Ainda há a possibilidade, dependendo da estratégia, de mostrar itens relacionados ou semelhantes àquele pelo qual o potencial cliente se interessou.

Entendeu o quanto utilizar o remarketing dinâmico do Adwords no Gmail pode ser muito poderoso e interessante para os seus negócios?

Então não perca tempo, tome à frente de seus concorrentes e comece a veicular seus anúncios para potenciais clientes no Gmail. Os resultados estão lhe esperando.

Por hoje é só! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil e relevante para você.

Fonte: MestreAdwords

Read More