15 out Características de Ferramentas de Comunicação na Web

» Gustavo Firmiano | 15-10-2010 | Web Writing

compartilhe
Envie por e-mail 0 comentários

Fala galera, que felicidade!

Finalmente o Mídia Boom está de volta com todas as novidades e reformulações, depois de tanto tempo de espera. E, com isso, os autores, como eu, já podem voltar a gerar conteúdo e interagir com vocês. Que legal!

Garanto que o assunto para a volta foi pensado com todo o carinho e expectativa que continham em mim pela volta das publicações.

E como não poderia deixar de ser, vamos aprender e conversar hoje sobre nossos textos para web, e como podemos melhorá-los, especificamente quando falamos de textos comerciais, voltados para o mercado.

Hoje em dia, grande parte dos planejamentos de comunicação elaborados pelas agências de publicidade passam pelas mídias sociais, inevitavelmente, pois a comunicação das empresas em todo o tipo de segmento tem sentido a necessidade desse contato mais direto com o público.

Logo, para isso, as agências acabam sentindo a necessidade de investir em profissionais melhor preparados para essa área, que é totalmente diferente das outras mídias.

A linguagem para internet sempre é menos formal, isso é fato. Mas, além da tal informalidade, existe uma série de outros fatores característicos que fazem da comunicação comercial via web uma área totalmente diferente e exclusiva. Vejamos algumas peças e ferramentas:

E-mail Marketing: O e-mail marketing nada mais é do que uma mala-direta eletrônica. Mas, além disso, sua linguagem não deve ser tão formal ou explicativa como em uma mala-direta convencional, pois o “tempo limite” que uma pessoa gasta lendo algo na tela do computador é muito inferior ao mesmo tempo, quando há algo impresso em suas mãos.

O e-mail marketing (ou e-mkt) deve conter uma linguagem persuasiva, mas de fácil legibilidade e rápida absorção de ideias. Tudo para que o assunto principal seja passado o mais rápido possível, antes que o leitor de um ligeiro click no ratinho de suas mãos e bote tudo a perder.

Banners e Superbanners: Os banners, para quem não sabe, são aqueles anúncios que ficam localizados em vários cantos dos sites (geralmente piscando como uma árvore de natal) comunicando sobre algum produto.

No início, os banners continham uma outra forma de visualização muito explorada, mas que, devido inúmeras reclamações e abusos visuais, deixou de ser tão utilizada: os chamados pop ups.

As janelas pop ups apareciam a toda hora na frente de tudo o que você estava vendo, carregando consigo uma grande carga de irritação ao leitor.

Com o tempo, e desaprovação do público, esses tipos de banner foram minguando. E hoje já são difíceis de serem encontrados.

Bom, voltando ao que interessa, a linguagem para os banners deve ser ainda mais direta. Isso porque o banner geralmente troca sua mensagem rapidamente, fazendo com que a mensagem inicial tenha grande importância. Ela tem a obrigação de ser atraente o suficiente para que o leitor tenha interesse em saber do que se trata o anúncio.

Créditos: Gustavo Firmiano

Fale com Especialistas.